Evento “Pérolas do Brasil”, com o Pesquisador em Oceanografia e Aquicultura Carlos Magno de Lima e Silva

Perolas_v3

Palestra “Introdução as pérolas naturais e cultivadas” – dia 17/01/2019,   às 18 hs. 

Esta palestra aborda os aspectos das pérolas marinhas e de água doce, naturais e cultivadas, o contexto histórico sobre uso e aplicações das pérolas, tipos de pérolas, espécies de moluscos produtores no mundo,  os aspectos biológicos e produtivos, características biotecnológicas para produção de pérolas e, incrementos direcionados na atualidade como agronegócio. Apresentando uma revisão das atividades em joalheria e técnicas científicas sobre o tema no mundo, identificando as principais caraterísticas produtivas e de mercado internacional de joias, como  itens de comercialização e valoração de pérolas. Visa também, divulgar o “Curso Especilista em Pérolas”, em português pelo CPAA – pt.pearlsasone.org/.

Minicurso “Pérolas do Brasil” – Perspectivas Biotecnológicas para o Cultivo de Pérolas no Brasil - dia 18/01/2019, das 18h às 21h. 

Este minicurso apresenta o estado atual do conhecimento e as propostas de produção biotecnológica sustentável de pérolas no Brasil, relatando as pesquisas que estão sendo realizadas por alguns pesquisadores que estão atuando nesta área. De acordo com o Instituto Águas da Terra, o cultivo sustentável de pérolas, pode representar ganhos significativos principalmente para aquicultores, e pode se tornar uma ação programática no desenvolvimento das atividades da aquicultura no Brasil. Em recente trabalho de pesquisa foi confirmada a ocorrência de pérolas negras naturais em mexilhões Perna perna, e também foi registrada pérolas em ostras Pteria hirundo e Pinctada imbricata e, nos mexilhões de água doce Anodontites trapesialis.

Para ampliar o conhecimento sobre pérolas, o “Instituto Águas da Terra” está divulgando a criação da REPIC – Rede de Estudos de Pérolas e Incentivo ao Cultivo – visando as perspectivas de produção de pérolas no Brasil. Esta Rede busca envolver estudantes, empreendedores, universidades e centros de pesquisas nacionais, para viabilizar – de forma sustentável – estudos e conservação de espécies nativas de moluscos de água doce em nossas áreas continentais, além das espécies nativas de moluscos marinhos de águas oceânicas do litoral brasileiro, abordando também, as perspectivas da aqüicultura multitrófica integrada visando o cultivo e produção de pérolas no Brasil.

Ao  apresentar esta palestra e minicurso para a comunidade em geral, possibilita-se a divulgação das pérolas com suas características gemológicas e mineralógicas específicas (utilizadas em jóias e adereços as vezes ao associadas ao ouro e diamante, em todo o mundo) e, permite que, o conhecimento abordado possa estimular as pessoas a descobrirem o contexto atual das pérolas cultivadas com inovações na joalheria e as suas possibilidades de cultivos biotecnológicos e as perspectivas de produção no Brasil.

Palestrante: Carlos Magno de Lima e Silva, Pesquisador em Oceanografia e Aquicultura (Associado www.cpaa.org/), Instrutor – Curso “Pearl Specialist“, em português, site pt.pearlsasone.org/ , Mestrando pelo  Instituto de Pesca de SP e  vinculado ao Instituto Águas da Terra.

Detalhes da Agenda

Onde: Museu do Diamante/Ibram
Período: 17 Jan, 2019 a 18 Jan, 2019