Museus do Ibram são selecionados no Programa Memória do Mundo da Unesco

No  conjunto de apresentação de  inscritos no Registro Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo da UNESCO, em 2015,  duas candidaturas apresentadas por museus do Ibram: Partituras – Obras de Heitor Villa-Lobos (1901-1959), apresentada pela unidade Museu Villa-Lobos, e Iconografia do Rio de Janeiro na Coleção Geyer (séculos XVI a XIX), Museu Imperial.

A confirmação da inscrição dos referidos conjuntos, e de outros oito igualmente aprovados dentre as trinta candidaturas habilitadas para análise, ocorrerá por meio de portaria do Exmo. Sr. Ministro de Estado da Cultura a ser publicada oportunamente no Diário Oficial da União e a cerimônia de entrega dos diplomas está programada para o dia 10 de dezembro, no Arquivo Nacional.

Parabéns ao Museu Villa-Lobos, parabéns ao Museu Imperial, parabéns ao Ibram!

Um outro importante conjunto no Programa Memória do Mundo da UNESCO,  trata – se dos Processos Judiciais Trabalhistas: Doenças Ocupacionais na Mineração em Minas Gerais – Dissídio Individuais e Coletivos (1941-2005), apresentados pelo Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região – Minas Gerais.

Programa Memória do Mundo da Unesco tem por objetivo identificar documentos ou conjuntos documentais que tenham valor de patrimônio documental da humanidade. Estes são inseridos no Registro Internacional de Patrimônio Documental, a partir da aprovação por comitê internacional de especialistas, da candidatura encaminhada pela instituição detentora do acervo.

Texto: Ibram e Arquivo Nacional