Instituto Brasileiro de Museus

Museu do Diamante

Os mistérios do Garimpo

.

publicado: 05/12/2022 11h25, última modificação: 20/01/2023 19h06
.

O universo do garimpo é permeado pela crença em forças misteriosas, que teriam o poder de influenciar a vida do garimpeiro para o bem ou para o mal. Algumas dessas forças se manifestam nos sonhos, que podem trazer bons ou maus presságios para o minerador. Na imagem acima, você pode conhecer algumas das interpretações mais recorrentes dos sonhos na tradição popular da mineração, registrados por Aires da Mata Machado Filho no livro “O negro e o garimpo em Minas Gerais” 

🧂 O universo do garimpo é permeado pela crença em forças misteriosas, que teriam o poder de influenciar a vida do garimpeiro para o bem ou para o mal. Algumas destas crenças estão relacionadas a práticas de cunho mágico, como “salgar um serviço”, impedindo que o garimpeiro encontre ouro ou diamante. Felizmente, também existem meios para “dessalgar o serviço” e tornar possível que os minerais voltem a ser encontrados.

📄 Aires da Mata Machado Filho ressalta, entretanto, o caráter de segredo que permeia tais práticas: “Foram inúteis nossas diligências no sentido de obter o processo empregado para “salgar um serviço”. A relutância em ministrar o informe é a prova do sentido profundo das crenças ligadas a essa prática”. (O negro e o garimpo em Minas Gerais, Aires da Mata Machado Filho – 1ª Edição: 1909)

✨ O universo do garimpo é permeado pela crença em forças misteriosas, que teriam o poder de influenciar a vida do garimpeiro para o bem ou para o mal. Em pequenas localidades afastadas dos grandes centros, onde os recursos são escassos, a figura dos curandeiros assume grande importância. O curandeiro detém saberes ancestrais e a habilidade de curar enfermidades, picadas de animais peçonhentos e desfazer “serviços” feitos contra outros membros da comunidade, por meio das garrafadas (mistura líquida contendo ervas e propriedades curativas).

🍶 As garrafadas são muitas vezes preparadas a partir de objetos pertencentes ao enfermo, como fios de cabelo, peças de vestuário ou retratos, e aplicadas com gestos cabalísticos relacionados às forças sobrenaturais.