Instituto Brasileiro de Museus

Museu do Diamante

6 de janeiro – Dia de Reis

publicado: 08/01/2021 14h28, última modificação: 22/02/2021 14h24

Diamantina está inscrita no “Circuito de Presépios e lapinhas de Minas”, iniciativa lançada pelo Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha-MG) no ano de 2016, como parte da ação de salvaguarda das Folias de Reis e Pastorinhas que são reconhecidas como patrimônio cultural de natureza imaterial do Estado.

O projeto Viva Santos Reis – Cortejos de Fé, procura apoiar e valorizar as Folias de Reis e Pastorinhas de Diamantina. No município, o Ciclo de Reis é mantido principalmente pelos foliões e moradores devotos, que resguardam esta antiga manifestação cultural. Existem grupos que transmitem seus costumes de geração a geração, e assim preservam e renovam as tradições ao longo dos tempos. A importância desse projeto é levar a comunidade diamantinense e visitantes à refletirem e conhecerem mais sobre a importância do valor cultural que detêm os grupos de Folias e Pastorinhas no município fomentando o patrimônio imaterial e cultural da cidade. Desta forma, a valorização desta ação pública contribui para a elevação da auto estima dos foliões e contribui com para a preservação da expressão popular diamantinense. Como forma de promover a tradição popular e receber a Folia de Reis, o Museu do Diamante/Ibram recebeu a visita do grupo de Folia de Reis Unidos do Vale do Bairro Cidade Nova em dezembro de 2017. Em 2019, o MD recebeu novamente a visita do grupo Unidos do Vale e em janeiro de 2020, o grupo de Folia de Reis Santa Rita de Cássia de Sopa, distrito de Diamantina.

Para saber mais, assista ao vídeo do I Encontro de Folia de Reis e Pastorinhas  de Diamantina/MG produzido pela Prefeitura e realizado no dia 13 de janeiro de 2019:

Fonte: PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA. Relatório Diagnóstico Projeto Viva Santos Reis – Cortejos de Fé. Diamantina, 2020.